Domingo, 29 de Abril de 2007

OLHA OS GATOS...

gatofedorento.jpg

Estive a ver estes gatinhos.

xxx
Publicado por PiggyWiggy às 22:48
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 25 de Abril de 2007

O FUTURO.

Isto vai meus amigos isto vai
um passo atrás são sempre dois em frente
e um povo verdadeiro não se trai
não quer gente mais gente que outra gente
Isto vai meus amigos isto vai
o que é preciso é ter sempre presente
que o presente é um tempo que se vai
e o futuro é o tempo resistente

Depois da tempestade há a bonança
que é verde como a cor que tem a esperança
quando a água de Abril sobre nós cai.

O que é preciso é termos confiança
se fizermos de maio a nossa lança
isto vai meus amigos isto vai.


José Carlos Ary dos Santos
Publicado por PiggyWiggy às 23:42
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

AS PORTAS QUE ABRIL ABRIU

Era uma vez um país
onde entre o mar e a guerra
vivia o mais infeliz
dos povos à beira-terra.
Onde entre vinhas sobredos
vales socalcos searas
serras atalhos veredas
lezírias e praias claras
um povo se debruçava
como um vime de tristeza
sobre um rio onde mirava
a sua própria pobreza.

Era uma vez um país
onde o pão era contado
onde quem tinha a raiz
tinha o fruto arrecadado
onde quem tinha o dinheiro
tinha o operário algemado
onde suava o ceifeiro
que dormia com o gado
onde tossia o mineiro
em Aljustrel ajustado
onde morria primeiro
quem nascia desgraçado.


Era uma vez um país
de tal maneira explorado
pelos consórcios fabris
pelo mando acumulado
pelas ideias nazis
pelo dinheiro estragado
pelo dobrar da cerviz
pelo trabalho amarrado
que até hoje já se diz
que nos tempos do passado
se chamava esse país
Portugal suicidado.

Ali nas vinhas sobredos
vales socalcos searas
serras atalhos veredas
lezírias e praias claras
vivia um povo tão pobre
que partia para a guerra
para encher quem estava podre
de comer a sua terra.

Um povo que era levado
para Angola nos porões
um povo que era tratado
como a arma dos patrões
um povo que era obrigado
a matar por suas mãos
sem saber que um bom soldado
nunca fere os seus irmãos.

Ora passou-se porém
que dentro de um povo escravo
alguém que lhe queria bem
um dia plantou um cravo.

Era a semente da esperança
feita de força e vontade
era ainda uma criança
mas já era a liberdade.

Era já uma promessa
era a força da razão
do coração à cabeça
da cabeça ao coração.
Quem o fez era soldado
homem novo capitão
mas também tinha a seu lado
muitos homens na prisão.

Esses que tinham lutado
a defender um irmão
esses que tinham passado
o horror da solidão
esses que tinham jurado
sobre uma côdea de pão
ver o povo libertado
do terror da opressão.

Não tinham armas é certo
mas tinham toda a razão
quando um homem morre perto
tem de haver distanciação

uma pistola guardada
nas dobras da sua opção
uma bala disparada
contra a sua própria mão
e uma força perseguida
que na escolha do mais forte
faz com que a força da vida
seja maior do que a morte.

Quem o fez era soldado
homem novo capitão
mas também tinha a seu lado
muitos homens na prisão.

Posta a semente do cravo
começou a floração
do capitão ao soldado
do soldado ao capitão.

Foi então que o povo armado
percebeu qual a razão
porque o povo despojado
lhe punha as armas na mão.

Pois também ele humilhado
em sua própria grandeza
era soldado forçado
contra a pátria portuguesa.

Era preso e exilado
e no seu próprio país
muitas vezes estrangulado
pelos generais senis.

Capitão que não comanda
não pode ficar calado
é o povo que lhe manda
ser capitão revoltado
é o povo que lhe diz
que não ceda e não hesite
– pode nascer um país
do ventre duma chaimite.

Porque a força bem empregue
contra a posição contrária
nunca oprime nem persegue
– é força revolucionária!

Foi então que Abril abriu
as portas da claridade
e a nossa gente invadiu
a sua própria cidade.

Disse a primeira palavra
na madrugada serena
um poeta que cantava
o povo é quem mais ordena.

E então por vinhas sobredos
vales socalcos searas
serras atalhos veredas
lezírias e praias claras
desceram homens sem medo
marujos soldados «páras»
que não queriam o degredo
dum povo que se separa.
E chegaram à cidade
onde os monstros se acoitavam
era a hora da verdade
para as hienas que mandavam
a hora da claridade
para os sóis que despontavam
e a hora da vontade
para os homens que lutavam.

Em idas vindas esperas
encontros esquinas e praças
não se pouparam as feras
arrancaram-se as mordaças
e o povo saiu à rua
com sete pedras na mão
e uma pedra de lua
no lugar do coração.

Dizia soldado amigo
meu camarada e irmão
este povo está contigo
nascemos do mesmo chão
trazemos a mesma chama
temos a mesma ração
dormimos na mesma cama
comendo do mesmo pão.
Camarada e meu amigo
soldadinho ou capitão
este povo está contigo
a malta dá-te razão.

Foi esta força sem tiros
de antes quebrar que torcer
esta ausência de suspiros
esta fúria de viver
este mar de vozes livres
sempre a crescer a crescer
que das espingardas fez livros
para aprendermos a ler
que dos canhões fez enxadas
para lavrarmos a terra
e das balas disparadas
apenas o fim da guerra.


José Carlos Ary dos Santos

Publicado por PiggyWiggy às 23:40
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

25 ABRIL SEMPRE!

Abril_eh_Revolucao.jpg

Somos livres, somos livres de pensar.
Somos livres, somos livres de crescer.
Somos livres, somos livres de nada fazer.

xxx
Publicado por PiggyWiggy às 20:32
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Terça-feira, 24 de Abril de 2007

A MINHA ULTIMA LEITURA.

morte viena.jpg

Mais um livro do Daniel Silva que me cativo.

xxx
Publicado por PiggyWiggy às 22:34
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Domingo, 22 de Abril de 2007

HISTORIA

Sera que todas as historias sao boas?
Cada qual com a sua historia.

Tenho andado muito de bike e sem historias para contar.


xxx
Publicado por PiggyWiggy às 22:46
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quinta-feira, 19 de Abril de 2007

GOSTAR...

Gosto de ti como quem gosta do Sábado.
Gosto de ti como quem gosta da festa.
Gosto de ti e mais nada.

Gosto de muita coisa.
Mas gosto ainda mais de ser livre de escolher o que gosto e não gosto.

xxx
Publicado por PiggyWiggy às 21:50
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|
Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

PIADAS DE HOMENS.

- Porque é que só 10% dos homens é que vão para o céu?
- Porque se fossem todos passava a ser o inferno!

- Porque é que há mais mulheres que homens?
- Porque a natureza é sábia.

- Porque é que os homens gostam tanto de carros e motas?
- Porque é a única coisa que podem conduzir.

- Porque é que existe o machismo?
- Porque também se vive de ilusões.

- Porque é que Deus criou o homem?
- Para que alguém possa entreter as mulheres.

- Porque é que a inteligência do homem não pode ser paga com dinheiro?
- Porque não existe uma moeda tão pequena.

- Porque é que Deus criou primeiro o homem e depois a mulher?
- Porque qualquer artista, antes de fazer a obra-prima, faz primeiro um esboço.

- O que é que Deus disse depois de criar o homem?
- Acho que posso melhorar...

- Qual o livro mais fino do mundo?
- "O que os homens sabem sobre as mulheres".

xxx
Publicado por PiggyWiggy às 22:45
Link do post | Comentar | Adicionar aos favoritos
|

xMUSICA...

xPiggywices

xFevereiro 2009

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28

xPesquisar neste blog

 

xPiggys recentes

x NEVE.......MUITA NEVE.

x JA NEM SEI...

x BLOG

x SEM NADA PARA DIZER...

x SEM NADA PARA DIZER......

x I HAVE A DREM - TENHO UM ...

x SAUDADES ... PERDA.

x AI, ESTA LíNGUA PORTUGUES...

x OBRIGACOES.

x TAVIRA SEMPRE A BOMBAR

xArquivos

x Fevereiro 2009

x Janeiro 2009

x Setembro 2008

x Agosto 2008

x Julho 2008

x Junho 2008

x Maio 2008

x Abril 2008

x Março 2008

x Fevereiro 2008

x Janeiro 2008

x Dezembro 2007

x Novembro 2007

x Outubro 2007

x Setembro 2007

x Agosto 2007

x Julho 2007

x Junho 2007

x Maio 2007

x Abril 2007

x Março 2007

x Fevereiro 2007

x Janeiro 2007

x Dezembro 2006

x Novembro 2006

x Outubro 2006

x Setembro 2006

x Agosto 2006

x Julho 2006

x Junho 2006

x Maio 2006

x Abril 2006

x Março 2006

x Fevereiro 2006

xtags

x todas as tags

blogs SAPO

xsubscrever feeds